Instituto Mundo Fisio

Informações

Quando a fadiga chega, muitos dos nutrientes que botam nosso corpo para funcionar vão embora. Se você leva uma vida estressante, veja quais itens devem entrar no seu cardápio e quais devem passar longe do prato. Cardápio contra a fadiga:
Espante o desânimo de manhã com uma tigela de cereais e leite. Os primeiros fornecem boas doses de energia e ajudam o intestino a funcionar melhor. Já o leite e seus derivados possuem um aminoácido, o triptofano, que funciona como matéria-prima de outra substância, a serotonina, que controla o humor. O ferro das carnes vermelhas participa do transporte de oxigênio nas células. Sem ele vêm o cansaço, o desânimo e a indisposição. Acrescente também o selênio das castanhas-do-pará e a vitamina C das frutas cítricas ao menu. Eles têm ação antioxidante e varrem para longe os efeitos nefastos do cansaço. Se quiser manter o pique, leve para a mesa as vitaminas do complexo B ( Fígado, amendoim,leite, aves, peixes, leguminosas, grãos integrais, frutos do mar, batata, milho e feijão). Sua falta está relacionada à apatia. Outros alimentos antiestresse: Alface - Controla o nervosismo. Queijo e uva - Contra o mau-humor, formam uma dupla e tanto - ele é rico em triptofano e ela fornece carboidratos. Maçã e maracujá - Ajudam a combater a ansiedade. Abacate - Também é uma fonte de triptofano, que participa da produção da serotonina, uma aliada do bom humor. Pimentão - Contém vitamina C, bem-vinda contra o estresse.
O que evitar:
A palavra de ordem é relaxar e convencer o corpo de que os perigos para os quais ele se preparou não existem. Há alimentos que, nessa hora, só atrapalham. Evite o café e o chocolate, que são ricos em cafeína e estimulam o sistema nervoso central. Por fim, fique bem distante dos excessos de sal, gordura e açúcar.

 

Fonte: M de Mulher